Tag Archives: jornalista

Formação do Jornalista

3 ago

André de Abreu e Marcelo Hargreaves deram um show na oficina de Formação de Jornalismo, no dia 19 de julho, no Gafanhoto. Prova disso foi a frase registrada no meu caderninho: “a faculdade ao invés de ser início da estrada do conhecimento é o fim desta história“. Hummm, carapuça serviu muito para mim que assim que olhei para o portãozinho da PUC-SP tive aquela sensação de alívio, saca? Aquela com gostinho de NUNCA MAIS!

Mas, caros professores, isso é coisa de jornalista ou faz parte da cultura nacional?

Não importa. Somos jornalistas e esse tipo de atitude não combina com a profissão. Por acaso, você considera o conteúdo da sua universidade suficiente? Não? Então, responda-me: quantos livros você leu sobre jornalismo que não foram indicados pelos professores? Tá entendendo o quanto você é responsável pela sua formação. E detalhe: hoje existe internet e ela permite justamente a troca de conhecimento. Quantas vezes você trocou email com doutorando, editor, programador ou arquiteto de informação que tem blog?

Pensa que a gente esqueceu de falar mal do professor? Jamais. Andre de Abreu também reforçou: “o sistema de faculdade contribui para comodismo do professor”. E ainda acrescentou: a razão pela qual muitos profissionais tornam-se professores explica essa atitude. Qual é a razão? Desemprego ou cansaço pelo estilo de vida. Tem uma hora que a gente precisa mudar de família e dedicar um pouco da nossa vida aos filhos que geramos e aos companheiros que dormem na mesma cama conosco. Afinal, é muito melhor beber vinho com ex-chefe do que viver trancado dentro da redação, né?

E pra deixar bem claro que mudança de cultura não é tarefa fácil: “dá muito trabalho dar aula boa”. Ainda mais quando o mundo está em plena transformação como agora. Não adianta mais só ter mailing de velhos companheiros é preciso fazer parte da rede pra saber qual é o blog que está inovando o jornalismo.

Afinal por mais que a internet multiplicou a informação só acha a cauda longa quem vive com ela. Ou você acredita que o Google vai realmente te dar o queijo e a faca na mão. Sorry! Mas sabia que o negócio do Google é vender publicidade? Tem certas coisas que não mudam: vende mais quem tem mais reputação. Nem sempre quem faz jornalismo amador tem reputação, meu caro!

PS: não consegui participar da oficina integralmente. Por isso, confesso que minhas anotações estão bastante fragmentadas. quem puder complementar, agradeço. comenta aí, pô!
Sei que este post para muita gente não representa conhecimento, mas heloooooooooo é a realidade e o que vamos fazer diante disso? Nós fazemos o NewsCamp e você o que faz do NewsCamp?

Ceila Santos

Atitude de Jornalista na era da colaboração

2 abr

Nosso primeiro debate no Esquenta do NewsCamp já começou e trata-se de um desafio enorme para quem vive o mundo dos coleguinhas e quer fazer jornalismo cidadão. Tonobohn foi quem colocou a tag na roda no seu blog Oito Passos.

 Eu, particularmente, acredito que essa mudança de postura – criar debate a partir da participação do internauta – não é tarefa fácil diante da rotina do jornalista. Tem um fator importante que não podemos esquecer diante do descaso com jornalismo cidadão: a imprensa ainda é mantida financeiramente pelo FECHAMENTO.

Quem não quer seu jornal quentinho de manhã em casa assim que começa preparar o café? Eu quero. E, por isso, obrigo as editoras tornarem PRAZO mandatório dentro das redações. Quem tem hora estabelecida não tem tempo para monitorar opiniões e estimular participação. Ou seja, não é apenas uma mudança de postura, mas principalmente uma mudança de estratégia. E isso nenhum jornalista tem capacidade de mudar a não ser o dono do jornal. Essa é minha opinião agora, mas a partir de um debate posso ver as coisas com outros olhos, ou não.

Quem topa continuar essa conversa entre blogs ou comentários aqui? Renato? Equipe do Redação 2.0? Aninha? Ou você?

Atenção: Esquenta do NewsCamp acontece no mundo virtual agora até dia 10 de abril, mas a desconferência ao vivo só começa e termina no dia 12 de abril, a partir das 9 horas, no Gafanhoto, em São Paulo. Para participar, basta clicar na aba Inscrição!